Nossa história com a Irlanda, como tudo começou…

by Cris Lima

Pra quem não sabe, eu (Cris), morei na Irlanda em 2012. Na época eu vim como a maioria dos brasileiros, realizar o tão sonhado intercâmbio. 

E é aí que começa “Nossa vida em Dublin”. Depois de seis meses eu voltei para o Brasil, mas o meu coração ficou na Irlanda. Fiquei com aquele desejo de que um dia eu voltaria, só não sabia como, mas meu coração desejava aquilo com todas as forças. 

Algum tempo passou e eu me mudei de Frutal (minha cidade natal) para Campinas e conheci o Max. Dividi com ele o meu sonho de voltar a morar na Irlanda e ele não achou má ideia. 

No entanto, ele não queria se aventurar a vir como estudante, nós tínhamos uma boa vida no Brasil e jogar tudo pro alto sem um plano a longo prazo estava fora de questão.

Naquela época a gente não sabia que era possível conseguir outros tipos de visto para morar legalmente na Irlanda, só tinha conhecimento do visto de estudante. 

Por isso, nós, por algum tempo, abandonamos esse “meu sonho” de morar na Irlanda e começamos a investir nosso tempo planejando uma mudança para o Canadá. 

Como esse não era o desejo genuíno do meu coração, eu continuei pesquisando sobre a Irlanda e descobri que a profissão do Max é uma mão de obra especializada em falta aqui na Irlanda e que, por conta disso, eles tinham um visto especial de trabalho para esses profissionais, e aí que tudo começou a se tornar um sonho possível outra vez. 

Max trabalha na área de TI, e aqui na Irlanda existem muitas empresas que precisam desses profissionais e que por isso, algumas dessas empresas, trazem profissionais de outros países para suprir a dificuldade de encontrar profissionais especializados aqui.  

E foi exatamente isso que aconteceu com o Max, assim que eu descobri que todo o processo seletivo poderia ser feito online, a gente começou a aplicar o CV nas vagas que a gente encontrou no site https://www.monster.ie/ 

Nesse site você consegue selecionar as vagas de acordo com o seu perfil e aplicar seu CV apenas preenchendo um formulário, sem nenhum custo, tudo gratuito. 

Outra ferramenta muito utilizada para procurar emprego aqui na Irlanda é o LinkedIn. Então, fica aí outra dica pra quem tem interesse de procurar emprego aqui na Irlanda ainda estando no Brasil: deixe seu perfil sempre atualizado e claro, em inglês! 

Como eu disse acima, a Irlanda tem um visto especial para esses profissionais que é o chamado “Critical Skills”, que nada mais é do que uma lista de profissões que o país é carente de profissionais e por isso criaram um visto especial para trazer trabalhadores de outros países para ocupar essas vagas. 

E não é só a área de TI que está na lista, existem muitas outras como engenheiros civis e enfermeiros. Neste link você encontra a lista com todas as profissões https://dbei.gov.ie/en/What-We-Do/Workplace-and-Skills/Employment-Permits/Employment-Permit-Eligibility/Highly-Skilled-Eligible-Occupations-List/

Voltando ao processo seletivo do Max: tudo levou um pouco mais de um mês, ele passou por várias entrevistas, todas em inglês, e no final teve a resposta positiva, ele foi contratado!

Depois que ele teve a reposta positiva começou o processo para conseguir a permissão de trabalho, que é feito todo pela empresa contratante, só tivemos que enviar a documentação que eles solicitaram. Esse processo pode ser um pouco demorado pois são muitos pedidos de visto de trabalho que eles tem que analizar, então, você entra na “fila”. Isso ocorreu em dezembro de 2016, e teve alguns contratempos como mudança de formulários, o que acabou atrasando o procedimento, pois tivemos que reenviar. No final, acabou levando bem mais de 8 semanas, que era o tempo estimado. 

É possível acompanhar o andamento das análises por esse link https://dbei.gov.ie/en/What-We-Do/Workplace-and-Skills/Employment-Permits/Current-Application-Processing-Dates/

Esse período foi de pura ansiedade, era uma constante atualização do site pra ver o status que estava ! Kkkk

No final, depois de praticamente 3 meses, deu tudo certo, graças a Deus!

Mas é isso pessoal, a Irlanda é sim um destino muito conhecido para quem quer fazer intercâmbio para aprender inglês, mas não se resume a apenas isso! 

Se você também tem vontade de morar na Irlanda e não quer se aventurar como estudante, dê uma pesquisada na lista de profissionais enquadrados no visto “Critical Skills“, quem sabe a sua profissão não está lá e você pode fazer como o Max fez, procurar um emprego na Irlanda ainda estando no Brasil!

Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só deixar um comentário que eu respondo!

Até o próximo post!

Cris

Foto tirada no centro de Dublin em 2016, assim que a gente chegou na Irlanda.

You may also like

Leave a Comment